Do plano de contingência à inclusão de deficientes: soluções para inovar no teleatendimento

Existem muitas pessoas capacitadas e com experiência que atualmente estão à procura de um emprego. No entanto, a busca por profissionais recém-formados e a falta de preparo estrutural das cidades como um todo impedem a admissão de trabalhadores dispostos e eficientes para diversas funções, especialmente diante de um plano de contingência.

Por mais que a Lei de Cotas represente apenas 5% do quadro de funcionários das empresas sendo preenchido por pessoas com algum tipo de deficiência, e que os aposentados – ainda que extremamente experientes – sejam vistos como profissionais que não têm o encaixe adequado para a vaga, a porcentagem de candidatos extremamente qualificados nesse nichos só cresce e muitos são os interessados em (re)integrar o do mercado de trabalho contemporâneo.

É possível elaborar um plano de contingência que inclua essas pessoas, beneficiando tanto a empresa quanto os potenciais contratados. Saiba mais!

Profissionais não convencionais

O mercado de trabalho está evoluindo para ser mais inclusivo, mas ainda deixa de fora muitos talentos capazes de serem úteis. Aposentados, pessoas com deficiência e muitas mães não conseguem encontrar oportunidades para exercer funções nas quais são devidamente capacitados.

Aposentados

Fornecer a opção de home office para pessoas aposentadas pode ser uma solução para que o seu negócio conte com um time de profissionais mais qualificados. Existe, atualmente, uma grande parcela da população que já é aposentada, mas continua precisando ou querendo trabalhar.

Mães

Trabalhar de casa é uma opção muito mais que viável e possível para as mulheres que acabaram de se tornar mães. Com a flexibilidade de trabalho oferecida pelo modelo de trabalho home office, é possível entregar resultados ao mesmo tempo em que cuida do bebê ou de seus filhos menores.

Deficientes e pessoas em reabilitação

No caso dos deficientes físicos, o problema é um pouco diferente: alguns deles podem ser jovens e não terem filhos. A Lei de Cotas já existe há mais de 20 anos, porém, a dificuldade de locomoção entre casa e trabalho, para muitas pessoas, chega a ser exaustiva.

Criar um sistema no qual eles possam trabalhar home office facilita a vida de quem possui algum tipo de deficiência, além de impactar positivamente nos custos da empresa contratante também.

Benefícios além dos resultados

Ao admitir pessoas que possam exercer de casa as funções desejadas para as quais estão capacitadas, a empresa ganha muito mais do que resultados. Quando os empregados realizam home office, eles deixam de gastar, em média, 4 horas por dia no trânsito. Por ano, isso corresponde a 60 dias de vida.

A partir da economia de tempo – e consequente redução de situações de estresse – o home office é capaz de proporcionar aos seus colaboradores uma melhor qualidade de vida. Afinal, essas horas podem ser utilizadas para descansar ou aprender mais, além de permitir que pais e mães sejam mais presentes na vida dos filhos e do restante da família.

Por que o modelo home office é útil em um plano de contingência?

As vantagens de adotar o trabalho feito em casa para sua equipe e para seus serviços são muitas. Além de aumentar a produtividade e garantir a satisfação de quem trabalha para ou com você, o home office é uma estratégia perfeita para ser utilizada em um plano de contingência.

Quem mora em São Paulo capital, por exemplo, sabe que é comum enfrentar quedas de energia elétrica durante períodos de chuva, o que leva com que a cidade fique inteira parada. Agora imagine ter que continuar levando o seu negócio em meio a uma situação adversa dessas? Parece um desafio impossível de ser solucionado, a não ser com muita paciência.

Se você tem uma empresa que faz questão de manter uma bom nível de serviço, deve encontrar alternativas para gerenciar crises quando imprevistos acontecem. Para que um bom plano de contingência funcione, é possível contar com um call center home office disposto a solucionar os seus problemas.

Trabalhando a partir de uma operação decentralizada, a Home Agent garante a disponibilidade dos profissionais qualificados mesmo quando acontecem situações que interromperiam as atividades de um contact center tradicional.

Por oferecer um serviço no qual os atendentes trabalham totalmente home office, é uma empresa que possui diversidade no time, contanto com funcionários com perfis diferentes, como aposentados, pessoas com deficiência e mulheres que acabaram de ter filhos. Por serem altamente capacitados, não existe nenhum empecilho para que o telemarketing oferecido seja o de melhor qualidade para a sua empresa.

Conheça mais sobre a Home Agent e descubra como esse modelo de negócio pode promover melhores resultados no gerenciamento de crises para o seu negócio. Experimente trabalhar com um serviço de terceirização de call center que investe em home office e confira os benefícios de uma equipe mais produtiva economizando gastos desnecessários. Fale conosco.

  Aproveite e baixe também nosso e-bookResponsabilidades da empresa no home office do funcionário

Rolar para cima