O trabalho remoto traz diversas vantagens tanto para as empresas quanto para os colaboradores. Mas ainda há muitas dúvidas sobre as responsabilidades da empresa no home office.

O que caracteriza um acidente de trabalho neste formato de trabalho? Como mensurar a jornada de trabalho? Quem fica responsável pela infraestrutura necessária para o funcionário realizar suas tarefas?

Se sua empresa está planejando adotar essa metodologia, esse artigo será de grande utilidade. Então siga conosco na leitura.

Como a Reforma Trabalhista influencia as responsabilidades da empresa no home office

Esse modelo de trabalho já era regulamentado desde 2011, quando os funcionários em home office passaram ter os mesmos direitos de quem atua no espaço físico da empresa.

Com isso, as equipes passaram a contar com:

  • Equiparação salarial,
  • 13º salário,
  • Vale alimentação,
  • Férias,
  • FGTS,
  • Direitos previdenciários (auxílio-doença, entre outros).

O vale transporte não é previsto, uma vez que o colaborador não faz nenhum deslocamento para cumprir sua jornada. Exceções são aplicadas quando o funcionário precisa estar presente – seja no escritório ou em alguma reunião específica. Neste caso, a empresa deve arcar com os custos referentes ao deslocamento.

Com a Reforma Trabalhista, o trabalho em home office deixa de ser condicionado ao controle da jornada. Isso desobriga as empresas de arcarem com as horas extras.

Outra mudança refere-se aos custos relativos à infraestrutura necessária para o desempenho das tarefas em casa. A nova lei prevê que estes valores (equipamentos, móveis, gastos com luz e internet etc.) devem estar mencionados no contrato e na remuneração.

As normas de segurança do trabalho também foram modificadas. Com a Reforma, a empresa tem a obrigação de instruir seus colaboradores sobre os cuidados necessários para evitar acidentes de trabalho e o surgimento de enfermidades como a Lesão por Esforço de Repetição (LER).

Já o empregado tem como compromisso assinar o termo de responsabilidade proposto pela empregadora e seguir todas as instruções necessárias.

Como lidar com as responsabilidades da empresa no home office

Com base em todas essas mudanças, cada vez mais as responsabilidades da empresa no home office ficam mais bem delimitadas. E os benefícios só tendem a crescer, para ambos os lados.

Veja a seguir alguns cuidados necessários para garantir a produtividade e as boas relações entre sua empresa e colaboradores.

1) Infraestrutura para a jornada de trabalho

Certifique-se de que o colaborador possui uma área de trabalho dedicada, que proporcione privacidade  – como uma sala específica ou área da casa.

Este cuidado ajuda a minimizar a probabilidade de reivindicações sobre um acidente de trabalho. Além de encorajar o empregado a estabelecer o isolamento necessário para garantir a sua produtividade.

2) Segurança da informação

Uma das principais responsabilidades da empresa no home office é a segurança cibernética.

Certifique-se de que todos os dispositivos utilizados (Desktops, laptops, smartphones, tablets e desktops) estão totalmente protegidos contra vírus e invasões.

Designe um profissional de TI para configurar uma conexão segura entre a casa do funcionário e a rede da sua empresa.

Conexões com nível baixo de segurança deixam sua empresa exposta, o que pode colocar seu negócio em risco.

Por isso insista sempre que os funcionários utilizem apenas o equipamento da empresa no desempenho de suas funções.

3) Fluxo de comunicação

Utilize ferramentas de monitoração remota de produtividade para que se possa acompanhar a aderência às atividades que estão sendo realizadas. Mantenha contato direto e constante com suas equipes remotas. Sem isso, fica difícil saber se eles estão tendo alguma dificuldade para realizar suas tarefas.

Certifique-se de disponibilizar todas as ferramentas necessárias para a comunicação e colaboração com o trabalho de empregados em home office.

Tente manter algum contato diário, mesmo que breve, além de uma rotina com calls semanais ou quinzenais. Isso permitirá que você os veja em seu ambiente de trabalho doméstico.

Esse monitoramento, aliado ao acompanhamento da produtividade, é o que determina se o colaborador está apto ou não para este método de trabalho.

4) Política de trabalho

Crie diretrizes claras sobre a produtividade e obrigações da equipe em home office. Isso ajuda a prevenir mal-entendidos e proteger sua empresa caso algo não funcione de acordo nestas condições.

Nas diretrizes, é importante detalhar o que é necessário para o desempenho das tarefas:

  • Período específico de trabalho;
  • Disponibilidade obrigatória do funcionário durante essa jornada – para reuniões e alinhamentos;
  • Pausas regulares (almoço, descanso, ginástica laboral etc.);
  • Procedimentos de segurança;
  • Fluxograma de hierarquia;
  • Métodos de avaliação de produtividade;
  • Formatos e prazos das entregas das tarefas;
  • Direitos dos funcionários, entre outros.

Call center home office aumenta a produtividade

Oferecer aos colaboradores a liberdade de trabalhar a partir do conforto de casa pode aumentar a produtividade e tornar a sua empresa um lugar ainda mais desejável para se trabalhar.

Compreenda as responsabilidades da empresa no home office e mantenha seus funcionários seguros e protegidos, de acordo com a nova lei.

Outra opção, especialmente após a Reforma Trabalhista, é a terceirização da atividade de atendimento ao cliente ou televendas, com empresas especializadas no em home office, o que garante automaticamente acesso à experiência e melhores práticas deste modelo operacional.

Nestes casos, a empresa já cuida de todos estes detalhes mencionados acima, cabendo à sua organização apenas colher os benefícios de toda a produtividade e praticidade que o home office proporciona.

Para isso, é fundamental contar uma empresa que seja referência de segurança e qualidade no mercado.

A Home Agent foi a primeira empresa a operar este modelo no País e conta com uma ampla equipe de talentos preparada para atuar em empresas de todo o Brasil.

Seu modelo de operação oferece total suporte para monitorar e acompanhar a jornada de cada um dos agentes no atendimento ao seu cliente através de um software específico para esta função. Dessa forma, é possível influenciar diretamente em um atendimento e solucionar pequenos impasses ou casos de dúvidas.

Aproveite e baixe também nosso e-bookPlano de contingência: proteja suas operações de imprevistos

Rolar para cima